Teimosia infantil: como lidar? Uma das dificuldades que os pais encontram no meio do caminho da educação dos filhos é a teimosia que algumas crianças apresentam. A fase da teimosia tende a iniciar a partir dos 2 anos e pode perdurar ao longo de uma vida, caso não se consiga impor limites cedo.

Um fato é que toda criança passa por um momento de teimosia. Nessa hora os pais precisam entrar em ação fazendo com que essa atitude não vire um hábito ou um costume. Surgem dúvidas do que fazer e como controlar este comportamento.

A primeira dica é tentar identificar a origem da teimosia, geralmente existe uma razão por trás de cada birra de uma criança.

A segunda dica é usar o difícil “não”. Essa palavrinha mágica é essencial. É o meio que os pais encontram de dar limites aos seus filhos e fazer com que entendam que nem tudo que eles desejam é possível. E assim eles amadurecem.

O segredo é usar de autoridade sem autoritarismo quando o mau comportamento surgir (choro, birras, gritos, etc) tente conversar com a criança e explicar a situação com calma, sem agressão ou ameaças de castigos.

O problema é que para uma criança teimosa, o ‘não’, não existe. Ela vai chorar, gritar e espernear e então os pais devem agir com firmeza, mostrando atitude de convencimento e segurança. Não se deve levantar a voz, nem mostrar nervoso. As crianças percebem a insegurança dos pais.

Haverá momentos em que, por mais que você se esforce, será inevitável brigar com seu filho. Se ele parar no meio da rua e se recusar a andar, por exemplo, você vai ter de tirá-lo dali, e rápido, não só por questão de segurança, mas porque, mesmo tendo vontade própria, a criança não pode exercê-la sempre e em todo lugar, pois isso pode causar muita confusão.

Assim, não há problema em dizer ao seu filho, de vez em quando, que aquele não é o momento em que ele pode fazer escolhas. "Não é hora de ficar escolhendo. Sei que você não gosta disso e sinto muito, mas tem de ser assim".

E você ainda pode explicar: "Porque eu sou a mamãe (ou o papai) e meu trabalho é cuidar de você. E ponto final".

Especialistas ainda dão dicas como: não se mostrar exaltado; exercitar a autoridade, mas com paciência; depois do ‘não’, os pais devem buscar diálogo; fazer uma auto avaliação dos próprios comportamentos – às vezes as crianças imitam os defeitos dos pais; não usar força e castigo físico para corrigir a atitude da criança, isso não educa.

Fontes: Guia Infantil. http://br.guiainfantil.com/materias/educacao/comportamento/criancas-teimosas-teimosia-infantil/

Brasil Baby Center: http://brasil.babycenter.com/a3400350/teimosia-o-que-fazer-quando-seu-filho-s%C3%B3-diz-n%C3%A3o